Condições gerais de contratação

Introdução

Este documento contratual regerá as Condições Gerais para a contratação de produtos (doravante, "Condições") através do site www.rhodani.com, de propriedade da RHODANI PESCA S.L. sob a marca RHODANI, doravante PROVIDER, cujos dados de contato também estão listados em o Aviso Legal deste site.

Estas Condições ficarão publicadas no site à disposição do USUÁRIO para reproduzi-las e salvá-las como confirmação do contrato, podendo ser modificadas a qualquer momento pelo RHODANI PESCA S.L.. É responsabilidade do USUÁRIO lê-las periodicamente, desde que os que sejam em vigor na época será aplicável. RHODANI PESCA S.L. arquivará o documento eletrônico onde se formaliza a compra e o colocará à disposição do USUÁRIO caso o solicite.

Os contratos não estarão sujeitos a qualquer formalidade, salvo nos casos expressamente indicados nos Códigos Civil e Comercial e nesta ou outras leis especiais.

A aceitação deste documento implica que o USUÁRIO:

Você leu, entende e concorda com este texto.
Ele é uma pessoa com capacidade suficiente para contrair.
Assuma todas as obrigações aqui estabelecidas.
Estas condições terão prazo de validade indeterminado e serão aplicáveis ​​a todos os contratos realizados por meio do site da PROVEDORA.

O PROVEDOR informa que a empresa é responsável e conhece a legislação em vigor dos países para os quais envia os produtos, e reserva-se o direito de modificar unilateralmente as condições, sem que isso afete os bens ou promoções que anteriormente foram adquiridos com a modificação.

Identidade das partes contratantes

Por outro lado, o FORNECEDOR dos produtos contratados pelo UTILIZADOR é RHODANI PESCA S.L., com sede em CALLE BENJAMIN FRANKLIN, 272 - 33211 GIJON (Astúrias), NIF B33925264 e com o telefone de atendimento ao cliente 985174717.

E de outro, o USUÁRIO, cadastrado no site por meio de nome de usuário e senha, sobre os quais tem total responsabilidade pelo uso e guarda, sendo responsável pela veracidade dos dados pessoais fornecidos ao PROVEDOR.


Objeto do contrato

O objectivo do presente contrato é regular a relação contratual de venda que nasce entre o PROVEDOR e o UTILIZADOR no momento em que este aceita a caixa correspondente durante o processo de contratação online.

A relação contratual de venda implica a entrega, a troco de determinado preço e publicamente divulgado através do site, de um determinado produto.


Retificação de dados

Quando o USUÁRIO identificar erros nos dados publicados no site ou nos documentos gerados pela relação contratual, poderá notificá-lo no e-mail info@rhodani.com para que RHODANI PESCA S.L. os corrija o mais rápido possível.

O USUÁRIO poderá manter seus dados atualizados acessando sua conta de usuário.


Procedimento de recrutamento

O USUÁRIO, para ter acesso aos produtos ou serviços oferecidos pela PROVEDORA, deve ser maior de idade ou menor emancipado e se cadastrar no site mediante a criação de uma conta de usuário. Portanto, o USUÁRIO deve fornecer livre e voluntariamente os dados pessoais que forem necessários, os quais serão tratados de acordo com o disposto no Regulamento (UE) 2016/679, de 27 de abril de 2016 (GDPR), relativo à proteção de recursos naturais pessoas no que se refere ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados e à Lei Orgânica 3/2018, de 5 de dezembro (LOPDGDD), relativa à proteção de dados pessoais e pormenorizados no Aviso Legal e na Política de Privacidade deste site .

O USUÁRIO irá selecionar um nome de usuário e senha, comprometendo-se a fazer uso diligente dos mesmos e não disponibilizá-los a terceiros, bem como notificar o PROVEDOR da perda ou furto dos mesmos ou possível acesso por terceiro não autorizado., para que prossiga ao bloqueio imediato.

Uma vez criada a conta de utilizador, informa-se que de acordo com o exigido pelo artigo 27 da Lei 34/2002, sobre Serviços da Sociedade da Informação e Comércio Electrónico (LSSICE), o procedimento de contratação seguirá os seguintes passos:

1. Cláusulas gerais de contratação.
2. Envio e entrega de encomendas.
3. Direito de rescisão.
4. Reclamações e resolução de disputas online.
5. Força maior.
6. Competição.
7. Generalidades da oferta.
8. Preço e prazo de validade da oferta.
9. Custos de transporte.
10. Forma de pagamento, despesas e descontos.
11. Processo de compra.
12. Desassociação e suspensão ou rescisão do contrato.
13. Garantias e devoluções.
14. Lei aplicável e jurisdição.

 

1. CLÁUSULAS DE CONTRATO GERAIS

A menos que especificamente estipulado por escrito, fazer um pedido ao PROVEDOR implicará na aceitação por parte do USUÁRIO destas condições legais. Nenhuma estipulação feita pelo USUÁRIO poderá diferir da PROVEDORA se não for expressamente aceita, antecipadamente e por escrito pela PROVEDORA.


2. TRANSPORTE E ENTREGA DE PEDIDOS

O PROVIDER não enviará nenhum pedido até que tenha verificado que o pagamento foi feito.

Os envios de mercadorias normalmente serão feitos por PACOTE (Correos, SEUR, UPS, GLS, etc.), de acordo com o destino livremente designado pelo USUÁRIO.

O envio será efetuado assim que seja comprovada a disponibilidade da mercadoria e verificado o pagamento da encomenda.

O prazo de entrega será de 2 a 5 dias úteis a partir da saída da mercadoria do armazém, dependendo da população de destino e da forma de pagamento escolhida. As datas de envio e entrega esperadas serão fornecidas antes da confirmação do pedido.

Falta de cumprimento do contrato à distância

No caso de não conseguir executar o contrato por o produto ou serviço contratado não estar disponível no prazo estabelecido, o USUÁRIO será informado da falta de disponibilidade e que terá o direito de cancelar o pedido e receber o reembolso do valor total pago sem qualquer custo, e sem incorrer em qualquer responsabilidade por danos imputáveis ​​ao PROVEDOR.

O PROVEDOR não assumirá qualquer responsabilidade quando a entrega do produto ou serviço não ocorrer, visto que os dados fornecidos pelo USUÁRIO são falsos, inexatos ou incompletos.

A entrega será considerada efetuada quando a transportadora colocar os produtos à disposição do USUÁRIO e este, ou seu delegado, tiver assinado o comprovante de entrega.

O PROVEDOR responderá ao USUÁRIO por qualquer falta de conformidade que exista no momento da entrega do pedido, podendo o USUÁRIO, mediante simples declaração, exigir a correção da referida falta de conformidade, a redução do preço ou a rescisão do contrato. Em qualquer desses casos, o USUÁRIO também poderá exigir a indenização por danos, se for o caso.

O USUÁRIO terá o direito de suspender o pagamento de qualquer parte pendente do preço do produto adquirido até que o FORNECEDOR cumpra com as obrigações estabelecidas neste contrato.

Cabe ao USUÁRIO verificar os produtos no ato do recebimento e expor todas as exceções e reclamações que possam ser justificadas no comprovante de entrega.

Caso a contratação não implique a entrega física de algum produto, mas sim a ativação do download em um site, o PROVEDOR informará previamente o USUÁRIO sobre o procedimento a ser seguido para a realização deste download.

3. DIREITO DE RETIRADA

Formulário de retirada

O UTILIZADOR tem o prazo de catorze dias corridos, contados a partir da data de recepção do produto ou da celebração do contrato de compra e venda no caso de se tratar de uma prestação de serviço, para exercer o direito de rescisão. Caso a PROVEDORA não cumpra o dever de informação e documentação sobre o direito de rescisão, o prazo para o seu exercício terminará doze meses após a data de vencimento do período de rescisão inicial (artigo 103 do RDL 1/2007, de 16 de novembro de que aprova o texto revisto da Lei Geral de Defesa do Consumidor e Utilizador e demais leis complementares).

O direito de rescisão não será aplicável (art. 103 RDL 1/2007, de 16 de novembro) aos contratos que versem sobre:

a) A prestação dos serviços, uma vez que o serviço tenha sido integralmente executado, quando iniciada a execução, com o prévio consentimento expresso do consumidor e utilizador e com o reconhecimento por parte destes de que têm conhecimento de que, uma vez que o contrato esteja integralmente executado pelo empregador, você perderá seu direito de rescisão.

b) O fornecimento de bens ou a prestação de serviços cujo preço dependa das oscilações do mercado financeiro que o empregador não possa controlar e que possam ocorrer durante o período de rescisão.

c) O fornecimento de bens efectuado de acordo com as especificações do consumidor e utilizador ou claramente personalizadas.

d) O fornecimento de bens que podem deteriorar-se ou expirar rapidamente.

e) O fornecimento de bens lacrados que não sejam adequados para serem devolvidos por motivos de protecção da saúde ou higiene e que tenham sido abertos após o parto.

f) O fornecimento de bens que após a entrega e atendendo à sua natureza se tenham misturado de forma indissociável com outros bens.

g) O fornecimento de bebidas alcoólicas cujo preço tenha sido acordado no momento da celebração do contrato de venda e que não possa ser entregue no prazo de 30 dias, e cujo valor real dependa das flutuações do mercado que o empresário não possa controlar.

h) Contratos em que o consumidor e o utilizador tenham pedido expressamente ao empregador a sua visita para a realização de operações urgentes de reparação ou manutenção; Se, durante essa visita, o empresário fornecer serviços adicionais aos especificamente solicitados pelo consumidor ou fornecer bens que não sejam as peças sobressalentes necessariamente utilizadas para realizar as operações de manutenção ou reparação, o direito de rescisão deve aplicar-se aos referidos serviços ou bens adicionais.

i) O fornecimento de gravações de som ou vídeo lacradas ou programas de computador lacrados que não tenham sido lacrados pelo consumidor e usuário após a entrega.

j) O fornecimento de imprensa diária, periódicos ou revistas, com excepção dos contratos de assinatura para o fornecimento dessas publicações.

k) Contratos celebrados em leilões públicos.

l) A prestação de serviços de alojamento para fins distintos dos de alojamento, transporte de mercadorias, aluguer de veículos, alimentação ou serviços relacionados com actividades de lazer, se os contratos previrem data ou prazo de execução específicos.

m) O fornecimento de conteúdos digitais que não sejam prestados em suporte material, desde que a execução tenha sido iniciada com o prévio consentimento expresso do consumidor e utilizador, sabendo da sua parte que, consequentemente, perderá o direito de rescisão.

Todas as devoluções deverão ser comunicadas ao PROVEDOR, solicitando um número de devolução através do formulário para o mesmo, ou por e-mail para info@rhodani.com, indicando a respetiva fatura ou número de encomenda.

Caso a devolução não seja efetuada com a embalagem original de entrega, o PROVEDOR poderá rejeitar a devolução e informará a mesma através do mesmo canal de comunicação utilizado.

Assim que o UTILIZADOR tenha recebido uma resposta, enviará o produto ao FORNECEDOR, com as despesas de transporte por sua conta, para a morada RHODANI PESCA S.L., CALLE BENJAMIN FRANKLIN, 272 - 33211 GIJON (Astúrias)


4. RECLAMAÇÕES E RESOLUÇÃO DE DISPUTAS ON-LINE

Qualquer reclamação que o USUÁRIO considerar cabível será atendida o mais breve possível, podendo ser efetuada nos seguintes endereços de contato:

Postal: RHODANI PESCA S.L., CALLE BENJAMIN FRANKLIN, 272 - 33211 GIJON (Astúrias)
Telefone: 985174717
E-mail: info@rhodani.com

Resolução de disputas online

De acordo com o Art. 14.1 do Regulamento (UE) 524/2013, a Comissão Europeia disponibiliza uma plataforma de acesso gratuito para a resolução de conflitos online entre o UTILIZADOR e o PRESTADOR, sem necessidade de recurso aos tribunais de justiça, através da intervenção de um terceiro, denominado órgão de resolução de disputas, que atua como intermediário entre os dois. Este órgão é neutro e dialogará com ambas as partes para chegar a um acordo, podendo finalmente sugerir e / ou impor uma solução para o conflito.

Link para a plataforma ODR: http://ec.europa.eu/consumers/odr/


5. FORÇA MAIOR

As partes não serão responsabilizadas por qualquer falha devido a uma causa principal. O cumprimento da obrigação será adiado até a cessação do caso de força maior.


6. COMPETIÇÃO

O USUÁRIO não pode ceder, transferir ou transmitir os direitos, responsabilidades e obrigações contraídas na venda.

Se alguma estipulação destas condições for considerada nula ou impossível de cumprir, a validade, legalidade e cumprimento das demais não serão afetados de forma alguma, nem serão modificados de qualquer forma.

O USUÁRIO declara que leu, conhece e aceita estas Condições na íntegra.


7. INFORMAÇÕES GERAIS DA OFERTA

Todas as vendas e entregas realizadas pelo FORNECEDOR serão consideradas sujeitas a estas Condições.

Nenhuma modificação, alteração ou acordo contrário à Proposta Comercial RHODANI PESCA S.L. ou ao que aqui estiver estipulado, terá efeito, salvo acordo expresso e por escrito firmado pelo FORNECEDOR, neste caso, prevalecerão os referidos acordos particulares.


8. PREÇO E PRAZO DE VALIDADE DA OFERTA

Os preços indicados para cada produto ou serviço incluem Imposto sobre Valor Agregado (IVA) ou outros impostos que possam ser aplicáveis. Esses preços, salvo indicação expressa em contrário, não incluem custos de envio ou comunicação, manuseio ou quaisquer outros serviços adicionais e anexos ao produto adquirido.

Os preços aplicáveis ​​a cada produto são os publicados no site e serão expressos na moeda EURO. O USUÁRIO assume que a valoração econômica de alguns dos produtos pode variar em tempo real.

Antes de efetuar a compra, você pode conferir todos os detalhes do orçamento online: itens, quantidades, preço, disponibilidade, despesas de transporte, encargos, descontos, taxas e total da compra. Os preços podem mudar diariamente, desde que o pedido não seja feito.

Assim que o pedido for feito, os preços serão mantidos, haja ou não disponibilidade do produto.

Qualquer pagamento efetuado ao PROVEDOR implica a emissão de fatura em nome do USUÁRIO cadastrado ou da firma que este tenha informado no momento da realização do pedido. Esta fatura será enviada em papel juntamente com o produto adquirido. Se desejar recebê-lo por e-mail, deverá solicitá-lo por qualquer um dos meios que o PROVEDOR colocar à sua disposição, informando que poderá revogar a referida decisão a qualquer momento.

Para quaisquer informações sobre o pedido, o USUÁRIO poderá entrar em contato através do telefone de atendimento ao cliente da PROVEDORA 985174717 ou via e-mail para o endereço info@rhodani.com.

9. CUSTOS DE TRANSPORTE

Os preços publicados na loja não incluem despesas de envio, comunicação ou serviços complementares, salvo acordo expresso em contrário e por escrito.

Os portes serão calculados no momento de guardar a cesta ou orçamento, pois são calculados pelo peso dos produtos e pelo endereço de entrega.

Pedidos fora da Europa não incluem custos de envio. A cotação será feita assim que o USUÁRIO fizer o pedido, pois variam em função do peso, volume, país de destino, etc. O PROVIDER enviará um pró-forma por e-mail com o orçamento. Caso o USUÁRIO concorde, pode proceder ao pagamento, caso contrário, deverá informar para cancelar a encomenda.

Os portes de envio indicados no cesto incluem um pacote. Quando o pedido ultrapassar medidas ou peso, poderão ser cobradas despesas extras, com antecedência ao USUÁRIO por e-mail.


10. FORMAS DE PAGAMENTO, ENCARGOS E DESCONTOS

O PROVIDER é responsável pelas transações econômicas e possibilita as seguintes formas de pagamento de um pedido:

Cartão de crédito
Pay Pal
Bizum
Sequra

O USUÁRIO poderá utilizar cupom de desconto no momento anterior à efetivação da compra, caso o tenha recebido da PROVEDORA.

Medidas de segurança

O site utiliza técnicas de segurança da informação geralmente aceitas no setor, como SSL, dados inseridos em página segura, firewalls, procedimentos de controle de acesso e mecanismos criptográficos, todos com o objetivo de impedir o acesso não autorizado aos dados. Para tanto, o usuário / cliente aceita que o provedor obtenha os dados para a respectiva autenticação dos controles de acesso.

O PROVEDOR compromete-se a não permitir qualquer transação que seja considerada ilegal pelas bandeiras de cartão de crédito ou pelo banco adquirente e que possa ou tenha o potencial de prejudicar o seu goodwill ou influenciá-lo negativamente.

É proibida, no âmbito dos programas das bandeiras, a venda ou oferta de produto ou serviço que não cumpra todas as legislações aplicáveis ​​ao Comprador, Banco Emissor, Comerciante ou Titular do cartão ou cartões.


11. PROCESSO DE COMPRA

Qualquer produto do nosso catálogo pode ser adicionado ao cesto, desde que tenha stock. Neste, serão observados apenas os artigos, a quantidade, o preço e o valor total. Assim que a cesta for salva, os encargos e descontos serão calculados de acordo com os dados de pagamento e envio inseridos.

As cestas não possuem nenhum vínculo administrativo, é apenas uma seção onde pode ser simulado um orçamento sem nenhum compromisso de ambas as partes.

Da cesta você pode fazer um pedido seguindo os passos abaixo para sua correta formalização:

1. - Verificar as informações de faturamento.
2. - Verificação do endereço de entrega.
3. - Seleção da forma de pagamento.
4. - Faça o pedido (compre).

Uma vez processado o pedido, o sistema envia instantaneamente um e-mail para a área de gestão da PROVEDORA e outro para o e-mail do USUÁRIO confirmando a realização do pedido.

Caso você não receba o e-mail, verifique sua pasta de Spam ou entre em contato conosco através do seguinte e-mail: info@rhodani.com

Pedidos (solicitações de compra)

Antes da confirmação do pedido, informações sobre o status do pedido e a data aproximada de envio e / ou entrega serão fornecidas por e-mail. É responsabilidade do USUÁRIO verificar se o e-mail foi digitado corretamente.


12. DISSOCIAÇÃO E SUSPENSÃO OU RESCISÃO DO CONTRATO

Se algum desses termos e condições for considerado ilegal, nulo ou por qualquer motivo inexequível, essa condição será considerada separável e não afetará a validade e a exequibilidade de qualquer uma das condições restantes.

O PROVEDOR poderá, sem prévio aviso, suspender ou rescindir o acesso do USUÁRIO aos seus serviços e treinamentos, no todo ou em parte, quando o USUÁRIO não cumprir as obrigações estabelecidas neste contrato ou qualquer disposição legal, licença, regulamento, diretiva, código de prática ou políticas aplicáveis.

Quando a PROVEDORA exercer qualquer um de seus direitos ou poderes nos termos desta Cláusula, tal exercício não prejudicará ou afetará o exercício de qualquer outro direito, poder ou recurso que possa estar à disposição da PROVEDORA.

13. GARANTIAS E DEVOLUÇÕES

No Outlet, apenas os produtos descontinuados são vendidos. Eles podem ou não ter pequenos danos cosméticos ou vir sem a embalagem original (nesse caso, notificamos o cliente). É por isso que as devoluções não são permitidas e não têm garantia.

A garantia dos produtos oferecidos atenderá aos seguintes artigos com base no Real Decreto Legislativo 1/2007, de 16 de novembro, que aprova o texto revisto da Lei Geral de Defesa do Consumidor e do Usuário e demais leis complementares:

Artigo 114. Princípios gerais.

O vendedor obriga-se a entregar ao consumidor e utilizador produtos que estejam de acordo com o contrato, respondendo-lhe por qualquer falta de conformidade que exista no momento da entrega do produto.

Artigo 115. Âmbito de aplicação.

1. Estão incluídos no âmbito deste título os contratos de venda de produtos e os contratos de fornecimento de produtos a produzir ou fabricar.

2. O disposto neste título não se aplica aos produtos adquiridos por meio de venda judicial, à água ou ao gás, quando não sejam embalados para venda em volume limitado ou em quantidades determinadas, e à eletricidade. Tampouco será aplicável a produtos usados ​​adquiridos em leilão administrativo a que consumidores e usuários possam assistir pessoalmente.

Art. 116. Conformidade dos produtos com o contrato.

1. Salvo prova em contrário, será entendido que os produtos estão de acordo com o contrato desde que atendam a todos os requisitos expressos abaixo, a menos que devido às circunstâncias do caso, algum deles não seja aplicável:

a) Estão de acordo com a descrição feita pelo vendedor e possuem as qualidades do produto que o vendedor apresentou ao consumidor e usuário na forma de amostra ou modelo.

b) São adequados para os usos a que se destinam normalmente os produtos do mesmo tipo.

c) Sejam adequados para qualquer utilização especial exigida pelo consumidor e utilizador, desde que o tenham informado ao vendedor no momento da celebração do contrato, desde que o vendedor tenha admitido que o produto é idóneo para tal.

d) Apresentam a qualidade e os benefícios usuais de um produto do mesmo tipo que o consumidor e o usuário podem razoavelmente esperar, levando em consideração a natureza do produto e, quando apropriado, as declarações públicas sobre as características específicas dos produtos feitas por o vendedor, o produtor ou o seu representante, nomeadamente na publicidade ou na rotulagem. El vendedor no quedará obligado por tales declaraciones públicas si demuestra que desconocía y no cabía razonablemente esperar que conociera la declaración en cuestión, que dicha declaración había sido corregida en el momento de celebración del contrato o que dicha declaración no pudo influir en la decisión de comprar o produto.

2. A falta de conformidade que resulte de uma instalação incorreta do produto será equiparada à falta de conformidade do produto quando a instalação estiver incluída no contrato de venda ou fornecimento regulado no artigo 115.1 e tiver sido realizada pelo vendedor ou sob sua responsabilidade, ou pelo consumidor e usuário quando a instalação defeituosa é devida a um erro nas instruções de instalação.

3. Não haverá qualquer responsabilidade por falta de conformidade de que o consumidor e utilizador tenham conhecimento ou não pudesse ter justificadamente ignorado no momento da celebração do contrato ou que tenham origem em materiais fornecidos pelo consumidor e utilizador.

Artigo 117. Incompatibilidade de ações.

O exercício das ações previstas neste título será incompatível com o exercício das ações derivadas da reorganização por defeitos ocultos da venda.

Em qualquer caso, o consumidor e o usuário terão direito, nos termos da legislação civil e comercial, à indenização pelos danos decorrentes da falta de conformidade.

Art. 118. Responsabilidade do vendedor e direitos do consumidor e usuário.

O consumidor e o usuário têm o direito de reparar o produto, substituí-lo, reduzir o preço ou rescindir o contrato, de acordo com o disposto neste título.

Artigo 119. Reparação e substituição do produto.

1. Se o produto não for conforme com o contrato, o consumidor e o utilizador podem escolher entre exigir a reparação ou substituição do produto, a menos que uma destas duas opções seja objetivamente impossível ou desproporcionada. A partir do momento em que o consumidor e o usuário comunicam a opção escolhida ao vendedor, ambas as partes deverão acatá-la. Esta decisão do consumidor e do usuário é entendida sem prejuízo do disposto no artigo seguinte para os casos em que a reparação ou substituição não coloque o produto em conformidade com o contrato.

2. A forma de reorganização que, em relação à outra, imponha custos excessivos ao vendedor será considerada desproporcional, tendo em conta o valor que o produto teria se não houvesse falta de conformidade, a relevância da falta de conformidade e se a forma alternativa de saneamento poderia ser realizada sem maiores transtornos para o consumidor e usuário.

Para determinar se os custos não são razoáveis, os custos de uma forma de reparação também devem ser consideravelmente mais elevados do que os custos da outra forma de reparação.

Art. 120. Regime jurídico de reparação ou substituição do produto.

O reparo e a substituição obedecerão às seguintes regras:

a) Serão gratuitos para o consumidor e usuário. Referida gratificação incluirá os gastos necessários para corrigir a falta de conformidade dos produtos com o contrato, principalmente os custos de frete, bem como os custos de mão de obra e materiais.

b) Devem ser realizados num prazo razoável e sem maiores inconvenientes para o consumidor e utilizador, tendo em conta a natureza dos produtos e a finalidade que têm para o consumidor e utilizador.

c) A reparação suspende o cômputo dos prazos a que se refere o artigo 123. O período de suspensão inicia-se a partir do momento em que o consumidor e usuário colocam o produto à disposição do vendedor e se conclui com a entrega ao consumidor e usuário do produto já reparado. Durante os seis meses após a entrega do produto reparado, o vendedor será responsável pela falta de conformidade que motivou a reparação, presumindo que é a mesma falta de conformidade quando defeitos da mesma origem que os inicialmente manifestados são reproduzidos no produtos.

d) Caso a reparação tenha sido concluída e o produto entregue, ainda assim não estiver de acordo com o contrato, o consumidor e utilizador podem exigir a substituição do produto, a menos que esta opção seja desproporcionada, a redução do preço ou a rescisão do contrato nos termos previstos neste capítulo.

e) A substituição suspende os termos referidos no artigo 123.º desde o exercício da opção pelo consumidor e utilizador até à entrega do novo produto. Em qualquer caso, o artigo 123.1, segundo parágrafo, aplica-se ao produto substituto.

f) Caso a substituição não coloque o produto em conformidade com o contrato, o consumidor e usuário podem exigir a reparação do produto, a menos que esta opção seja desproporcional, a redução do preço ou a rescisão do contrato nos termos previstos neste capítulo .

g) O consumidor e usuário não pode exigir reposição no caso de produtos não consumíveis, nem no caso de produtos usados.

Artigo 121. Redução de preço e rescisão do contrato.

A redução do preço e a rescisão do contrato proceder-se-ão, à escolha do consumidor e utilizador, quando este não possa exigir a reparação ou substituição e nos casos em que estas não tenham sido efectuadas num prazo razoável ou sem grandes inconvenientes para o consumidor e usuário. A resolução não prosseguirá quando a falta de conformidade for de pouca importância.

NOTA de acordo com o art. 108.2: O USUÁRIO é informado de que somente será responsável pela diminuição do valor da mercadoria decorrente de uma manipulação da mesma que não seja necessária para estabelecer sua natureza, características ou funcionamento. Em nenhum caso será responsável pela diminuição do valor dos bens se o empregador não o tiver informado do seu direito de rescisão nos termos do artigo 97.1.i).

Artigo 122. Critérios para redução do preço.

A redução do preço será proporcional à diferença entre o valor que o produto teria no momento da entrega se estivesse de acordo com o contrato e o valor que o produto efetivamente entregue tinha no momento da referida entrega.

Artigo 123. Prazos.

1. O vendedor é responsável por qualquer falta de conformidade que apareça no prazo de dois anos a partir da entrega. Nos produtos usados, o vendedor e o consumidor e o usuário podem concordar com um prazo mais curto, que não pode ser inferior a um ano a partir da entrega.

Salvo prova em contrário, presumir-se-á que a falta de conformidade manifestada nos seis meses após a entrega do produto, seja ele novo ou usado, já existia no momento da entrega da coisa, salvo quando essa presunção for incompatível com a natureza do o produto ou a natureza da falta de conformidade.

2. Salvo prova em contrário, a entrega considera-se efectuada no dia que conste da factura ou talão de compra ou, se posterior, na respectiva guia de remessa.

3. O vendedor obriga-se a entregar ao consumidor ou utilizador que exerça o seu direito à reparação ou substituição, justificação documental da entrega do produto, indicando a data de entrega e a falta de conformidade que dá origem ao exercício do direito.

Da mesma forma, juntamente com o produto reparado ou substituído, o vendedor fornecerá ao consumidor ou usuário a justificativa documental da entrega informando a data da entrega e, se for o caso, da reparação realizada.

4. A ação para reclamar o cumprimento do disposto no capítulo II deste título prescreverá três anos a contar da entrega do produto.

5. O consumidor e o usuário devem informar o vendedor sobre a falta de conformidade no prazo de dois meses após tomarem conhecimento da mesma. O descumprimento deste prazo não acarretará a perda do correspondente direito à saneamento, responsabilizando-se, porém, o consumidor e o usuário pelos danos ou prejuízos efetivamente causados ​​pelo atraso na comunicação.

Salvo prova em contrário, entender-se-á que a comunicação entre consumidor e utilizador decorreu dentro do prazo estabelecido.

Artigo 124. Ação contra o produtor.

Quando o consumidor e o usuário consideram impossível ou excessivo dirigir-se ao vendedor devido à falta de conformidade dos produtos com o contrato, podem reclamar diretamente do produtor a fim de obter a substituição ou o conserto do produto.

Em geral, e sem prejuízo de que cesse a responsabilidade do produtor, para efeitos do presente título, nos mesmos termos e condições que os estabelecidos para o vendedor, o produtor responderá pela falta de conformidade quando se tratar de a origem, identidade ou adequação dos produtos, de acordo com a sua natureza e finalidade e com as normas que os regulam.

Quem tiver respondido ao consumidor e usuário terá o prazo de um ano para reincidir contra o responsável pela falta de conformidade. Esse período é computado a partir do momento em que a limpeza foi concluída.


14. LEI APLICÁVEL E JURISDIÇÃO

Estas condições serão regidas ou interpretadas de acordo com a legislação espanhola e não expressamente estabelecida. Qualquer controvérsia que possa surgir do fornecimento dos produtos ou serviços objeto destas Condições será submetida aos tribunais do domicílio do USUÁRIO, do lugar de cumprimento da obrigação ou daquele em que o imóvel se encontre, se o fosse. imobiliária.